Líder Transformacional

Por:  Renata Mello

growth-453478_960_720

Fonte: Pixabay
Você já ouviu falar em líder transformacional? Robert Quinn, consultor e professor de comportamento organizacional da Michigan University Business School, aborda muito sobre este líder em sua publicação “O processo da Mudança: Ferramentas para ser um profissional preparado para as transformações“.
Em um mundo competitivo e com desafios complexos a serem enfrentados com rapidez e eficiência, a força de uma equipe empoderada e motivada pode resultar em soluções únicas e surpreendentes e neste processo o papel do líder transformacional é fundamental. Ele é o regente desta orquestra e como tal deve estimular o desenvolvimento pessoal dos integrantes e ao mesmo tempo gerar uma sintonia do grupo.
O primeiro passo que a pessoa em posição de liderança precisa dar é dedicar-se ao seu autoconhecimento. Não importa o contexto, seja conduzindo um país ou sendo um educador de uma universidade é de suma importância o líder estar fortalecido emocionalmente, fisicamente, espiritualmente e intelectualmente e com um propósito muito claro e definido da sua atuação.
Após essa viagem interior poderá resgatar a integridade do seu ser e a partir disso, estimular a transformação dos seus alunos, no caso de educadores, para que embarquem neste processo profundo, mas libertador. As ações deixam de ser voltadas aos interesses individuais e passam a trabalhar com foco real no bem-estar coletivo.
Todos crescem neste processo, pois o ambiente de trabalho fica mais aberto ao diálogo franco e o respeito cresce entre todos. Por que isso acontece? Porque há espaço para as diferenças e cada um com seu potencial e singularidade, pode contribuir sem medo de ser julgado. Como resultado, a leveza e a alegria aparecem e consequentemente o ambiente fica mais criativo e propício as soluções mais inovadoras.
O filme “Sociedade dos poetas mortos” retrata um exemplo de professor inspirador, que ensina os alunos a refletirem criticamente, despertando em cada um, suas habilidades e potencialidades. Apesar desta obra cinematográfica ser de 1989, suas lições são muito pertinentes para os novos rumos da educação e liderança governamental. Um belo exemplo de líder transformacional.
Carpe diem*!
*Aproveite o dia!
Anúncios

Envelhecimento e qualidade de vida

Por: Renata Mello

Você já parou para pensar em como está envelhecendo?

Não importa quantos anos você tenha, pode ser 15, 40 anos ou qualquer outra idade. Todos estão envelhecendo dia a dia, desde o momento do nascimento. Porém, não se costuma investir na qualidade de vida desde os primeiros anos de existência.

Quem tem 20 anos imagina que chegar aos 60 ainda está muito longe. E de fato está! Dessa forma, deixa para pensar depois em como envelhecer. Um grande equívoco! Envelhecer não é exclusividade dos mais velhos e sim um processo que todas as pessoas passam momento a momento.  

No entanto, nos eventos ligados a esta temática, o público predominante tem 55 anos ou mais. É preciso acordar para essa questão! Para viver muito e com qualidade é necessário boas práticas de vida o quanto antes.

Grande parte dos países tem apresentado mudanças em seus quadros etários, indicando um aumento na expectativa de vida. Hoje é possível ir a um aniversário de pessoas longevas com mais de 100 anos. E será cada vez mais recorrente encontrar indivíduos chegando nessa idade.

O que você pode fazer hoje para ter saúde física, mental e social aos 100 anos?

Para responder a essa questão, Renata assistiu as palestras: “Novas Paisagens” da psicóloga Maria Célia de Abreu e “A invenção de uma bela velhice” da antropóloga Mirian Goldenberg. Além disso, ouviu o depoimento do aventureiro motociclista Miragaia René de 84 anos.

A conclusão foi:

Saúde Física

1- Alimente-se bem! Coma diversas frutas e verduras ao longo do dia e outras comidas saudáveis.

2- Coma pequenas porções de alimentos durante as refeições e intervalos.

3- Hidrate-se!

4- Faça exercícios físicos.

5- Mantenha o contato com a natureza.

6- Realize exames médicos periódicos.

Saúde Mental

1- Tenha um propósito de vida em qualquer idade.

2- Alimente os seus sonhos.

3- Faça perguntas. Questione como uma criança.

4- Cultive o bom humor. Ria e brinque mais.

5- Não leve a vida tão a sério.

6- Aperte o “Foda-se” interior. Ignore comentários pejorativos e preconceitos.

7- Aprenda a dizer “Não”. Valorize o seu tempo! Faça o que te realiza!

8- Seja um ser espiritual.

Saúde Social

1- Cultive as amizades.

2- Transmita o que você aprendeu.

3- Retire da vida coisas e pessoas que não fazem bem. Faça uma faxina existencial.

4- Compreenda, respeite, perdoe e ame as pessoas como são.

5- Viaje e conheça outras culturas. Expanda os seus horizontes.

“Faça como eu e sorria, pois a felicidade é um amuleto para uma vida longa e inesquecível!” – Autor desconhecido

 

Trote Solidário no ICR-HC

No início de 2015, Renata realizou a humanização de duas alas da UTI neonatal do Hospital das Clínicas (HC) em São Paulo num trabalho em parceria com a Bess e a Setedonove. Nesta ocasião, teve contato com as instalações do Instituto da Criança (ICR) e percebeu que seria uma oportunidade construtiva propor uma reforma solidária, unindo os professores e alunos da faculdade que lecionava para transformar os espaços que demandavam melhorias no ICR.

Foi assim que em Junho deste referido ano, as primeiras reuniões foram feitas para conectar o corpo docente da faculdade (FIAM FAAM), com os dirigentes do hospital (ICR) a fim de viabilizar este trote sócio-responsável.

O processo foi intenso do início ao fim. Nas primeiras etapas os desafios foram: definir as salas para intervenções (sala dos médicos e dos acompanhantes); estabelecer as equipes de trabalho; entrevistar os usuários; definir o programa de necessidades; delinear as ideias estratégicas para a reforma e levantar recursos para a construção do projeto idealizado (doações, rifas e bazares).

Posteriormente o projeto arquitetônico foi lapidado durante encontros multidisciplinares envolvendo os integrantes da academia junto ao corpo médico e técnico do hospital. Em Setembro finalmente as obras começaram e no dia 31 de Outubro os ambientes reformados foram entregues em encontro solene. 

Conheça todas as etapas desse trabalho e participantes em: Trote Solidário ICR/HC e Vídeo

Abaixo o resultado final da sala dos Acompanhantes:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Renata Mello

Abaixo o resultado final da sala dos Médicos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Renata Mello

Esta iniciativa também saiu em algumas mídias, confira:

Globo

Jovem Pan

FIAM FAAM Informativo

2° Exposição de Cores

Após o sucesso da primeira edição, a professora Renata Mello resolveu montar a 2° Exposição “Portfólio de cores: Luz e Sombra em Design de Interiores” apresentando 53 trabalhos produzidos ao longo do semestre pelos calouros do curso de Tecnologia em Design de Interiores da FIAM FAAM – Centro Universitário.

A exposição física ocorreu no período de 25/11/2015 à 07/12/2015 na Unidade Vila Mariana II em São Paulo, destacando as melhores produções oriundas de decalque de imagem no papel Canson, com aplicação da técnica de pintura utilizando o lápis de cor aquarelável.

Foi uma oportunidade impar dos professores e alunos veteranos conhecerem as obras dos recém ingressantes no curso, instigando a reflexão sobre as possíveis composições cromáticas e seus resultados aplicados nos ambientes.

Confira os resultados: 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Renata Mello

Em paralelo, foi criado também uma versão digital transformando a exposição temporária em permanente na web.  Para conhecê-la, acesse!

1° Exposição de Cores

Após um período ministrando a disciplina de Cores, Materiais e Técnicas do curso superior de Tecnologia em Design de Interiores da FIAM FAAM, Renata percebeu que os trabalhos desenvolvidos em sala de aula apresentavam bastante qualidade e que mereciam ser expostos a comunidade.

Dessa forma, formalizou uma parceria com sua colega Luciana Traldi e juntas montaram a 1° edição da exposição física”Portfólio de cores: Luz e Sombra em Design de Interiores” que ocorreu no período entre 01/06/2015 à 15/06/2015 na Unidade da Vila Mariana 2, localizada na Rua Agostinho Rodrigues Filho, 201, Vila Clementino, São Paulo.

Nesta ocasião foram apresentados 55 trabalhos desenvolvidos pelos alunos, a partir de decalque de imagem no papel Canson, com aplicação da técnica de pintura utilizando o lápis de cor aquarelável. Confira o resultado abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Renata Mello

Posteriormente, Renata e Luciana divulgaram a versão virtual que possibilitou expor os trabalhos para além dos muros da academia. Click aqui para ver o resultado desta edição.