Em Foco: Isabelle Borges

Por: Renata Mello

DSCN8097a

Foto: Renata Mello, 2018
A artista plástica brasileira Isabelle Borges apresenta uma obra abstrata com forte influência carioca e berlinense devido sua permanência e formação cultural nestas duas cidades.
Seu processo criativo é muito peculiar! Isabelle sempre busca inspiração em um lago localizado em Berlim, onde costuma captar através de fotos, a vegetação que nasce nestas águas. Após esse registro, adota o recurso da colagem, para sobrepor linhas e formas sobre estas fotografias, com o intuito de destacar as principais composições, numa busca incessante de dar ordem ao caos.
Seus trabalhos ora em colagem ora em pintura, trazem sempre a sensação de movimento, numa comunhão entre o tempo e o espaço efêmero. Já suas cores costumam ser sintéticas, como expressa a própria artista. Elas nascem durante um processo muito introspectivo da criadora com sua obra. Nada é premeditado em termos cromáticos. É durante o processo de pintura que as nuances e as cores tomam vida.
Outro ponto marcante de sua produção é que nem sempre suas telas se limitam a este espaço, avançando até os planos arquitetônicos. A foto deste post retrata um exemplo desta conexão entre a arte e a arquitetura e pode ser conferida na exposição “Campos Sintéticos” da galeria Emmathomas até dia 27 de Outubro.
Um trabalho expressivo, que vale a pena conferir!
+ fotos no instagram: @renatamello.blog
Anúncios

Iuri Sarmento: Um artista singular

Por: Renata Mello

O artista mineiro Iuri Sarmento possui uma obra singular. Seus trabalhos refletem suas paixões pela pintura, moda, cerâmica e porcelana. Com muita habilidade, transita por todas estas áreas para compor suas peças, usando cores e formas muito brasileiras.

Durante sua formação em artes plásticas, buscou aprender serigrafia e litogravura para expressar composições criativas inspiradas nas estampas das vestimentas. Interessante observar que até hoje, suas telas retratam através de cuidadosas pinceladas, desenhos e texturas típicas de tecidos.

Além disso, o artista possui especial apreço pelos azulejos europeus. Este fascínio nasceu durante o período em que residiu na Bahia e o instigou a produzir quadros compostos por azulejos desenhados por ele. 

Já sua afeição pela porcelana veio posteriormente, motivando-o a buscar antiquários para adquirir peças exclusivas. No entanto, seu espírito criativo o levou a quebrar cada uma delas, para depois reconstruí-las com uma nova configuração.

Essa mescla de interesses só poderia resultar em criações únicas e expressivas, que podem ser conhecidas a seguir:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Renata Mello, 2017

Para quem tem interesse em conferir os trabalhos do artista, basta visitar a exposição “Quimera Tropical” até 21 de Dezembro na Arte Hall Galeria, localizada em São Paulo.

Sustentabilidade na Habitação Social no Brasil: Conjunto Maravilha em Fortaleza

Artigo apresentado no 3 ° Congresso Internacional – Sustentabilidade e Habitação de Interesse Social em 2014

Sustentabilidade na Habitação Social no Brasil: Conjunto Maravilha em Fortaleza

Autoras:

Maria Augusta Justi Pisani
Profa. Dra. PPPG FAU UPM, Mackenzie, Brasil. E-mail: augustajp@gmail.com

Gilda Collet Bruna
Profa. Dra. PPPG FAU UPM, Mackenzie, Brasil. E-mail: gildacbruna@gmail.com

Renata Lima de Mello
Profa. Me. FAU FIAM FAAM, Brasil. E-mail: renatamello@bioarq.com.br

Erika Ciconelli de Figueiredo
Profa. Me. FAU Mackenzie, Brasil. E-mail: erikadfr@gmail.com

Resumo: A avaliação da sustentabilidade em projetos de habitação de interesse social no Brasil é relevante tendo em vista que os edifícios consomem aproximadamente a metade da energia gerada no planeta e o déficit habitacional brasileiro passa dos seis milhões de unidades. Este artigo é parte da produção do projeto de pesquisa “Habitação Social no Brasil: projetos e sustentabilidade no século XXI” da Faculdade de Arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie, com fomento do CNPq. O objetivo deste trabalho é analisar a sustentabilidade do Conjunto Maravilha na cidade de Fortaleza, promovido pela Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza, a partir dos quesitos apontados em manuais de avaliação e certificação de projetos e construções sustentáveis. O método aplicado compreendeu as etapas de: levantamento de dados secundários, levantamentos de campo com a aplicação de roteiro que contemple os quesitos de: qualidade urbana; projeto e conforto; eficiência energética; conservação de recursos materiais; gestão da água e práticas sociais. Esse roteiro foi elaborado a partir do Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal. Os resultados desta pesquisa demonstram que: há possibilidades de se produzir habitações de interesse social, contanto que o conhecimento técnico e científico disponível no Brasil seja aplicado desde a fase de projeto. Os
resultados desta pesquisa serão divulgados, juntamente com os demais conjuntos habitacionais analisados pelo grupo de pesquisa, para que seus parâmetros alimentem novas propostas projetuais de habitação social mais sustentável.

Palavras-chave: Habitação Social; Sustentabilidade na habitação; Conjunto Maravilha.

Click para ler: Artigo completo

Bibliografia:

PISANI, M.A.J.; BRUNA, G.C.; MELLO, R.L.; FIGUEIREDO, E. C.. Sustentabilidade na Habitação Social no Brasil: Conjunto Maravilha em Fortaleza. In: 3 ° CONGRESSO INTERNACIONAL – SUSTENTABILIDADE E HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL , 2014, Porto Alegre/RS. Anais eletrônicos… Porto Alegre: 3 ° Congresso Internacional – Sustentabilidade e Habitação de Interesse Social, 2014.