Poesia: Relacionamento

Por: Renata Mello
Tudo começa no olhar.
Linhas invisíveis se encontram.
Desperta o gosto por desvendar.
O sorriso aparece discreto.
A distância diminui.
As mãos se encontram.
O coração acelera.
O beijo acontece.
A doce brincadeira começa.
No toque sensível dos lábios.
No encontro suave da pele.
Na troca de perfumes discretos.
De repente uma pausa.
Um momento de contemplar.
Surge um pequeno espaço.
Que seduz.
Que briga para não existir.
Que desperta mais o desejo.
Que instiga uma pequena loucura.
E surge novamente um sorriso.
Uma malícia discreta.
Lúdica.
Criativa.
Intensa.
Palavras baixinhas aparecem.
Quase sem querer.
Ao pé do ouvido.
As pernas enfraquecem.
A respiração se acentua.
Os abraços fortalecem.
Os olhos se aproximam.
Os corpos se reconhecem.
Recomeçam novos carinhos.
A emoção transparece.
A confiança cresce.
O ritmo perfeito acontece.
Festeja-se o encontro.
Não objetivamente marcado.
Mas surpreendentemente ocorrido.
Que embala e encanta.
O tempo e o espaço.
Divide.
O som do coração.
Ensurdece.
Palavras escritas são trocadas.
Um novo encontro marcado.
Lembranças na mente desabrocham.
O tempo parece adormecido.
A espera angustia.
Mas…
Aperfeiçoa.
Lapida.
Perdido na multidão.
Um som familiar aparece.
As mãos novamente se encontram.
A cumplicidade cresce.
Os ciclos de descobertas recomeçam.
Novas emoções surpreendem.
Uma dança cósmica acontece.
Cheio de encantos e carícias.
O mágico momento permanece.
A emoção eterniza.
A mente vivifica.
O amor que se anuncia.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s