Poesia: Caravaggio

Por: Renata Mello

Seu olhar cuidadoso,
Capta a beleza natural,
Destacando a luz e a sombra,
Da humanidade.

Talento de menino,
Aperfeiçoado no tempo,
Registra cenas autênticas,
Eternizado-as em suas pinceladas.

Modelos reais,
Compõem os seus trabalhos,
Transformando os mundanos,
Em santos.

Retrata os irretratáveis,
E mostra seus rostos,
Seus sofrimentos,
Suas dores.

Defende suas ideias,
Tem sede de justiça,
Luta com suas próprias mãos,
Sofre por isso.

Precisa fugir,
Para se preservar.
Mas sua essência,
Nunca muda.

Um nobre cavaleiro,
Que guerreia até o fim,
Deixando para trás,
O realismo de uma lágrima.

Anúncios